ESCLEROSE

MÚLTIPLA

head-254866_1280.jpg

Doença que leva a destruição da bainha de mielina dos neurônios, de etiologia autoimune, a esclerose múltipla é uma das principais causas de incapacidade neurológica não traumática nos adultos jovens. Como os danos neurológicos são relevantes e limitadores, optamos por fazer os comentários sobre esclerose múltipla nesta seção e não na seção que trata das doenças imunitárias. Infelizmente, são escassas as informações sobre sua epidemiologia, assim como a disponibilidade de recursos, serviços de apoio e medicamentos. O uso de cannabis medicinal tem se consolidado com alternativa eficaz para tornar a vida, destes pacientes, mais suportável.

Com bases nesses dados, e em vários relatos de casos, uma mistura (Sativex™) de 1: 1 de THC e CBD extraídos da cannabis recebeu aprovação para o tratamento da espasticidade relacionada com a esclerose múltipla em vários países ao redor do globo. O CBD modifica os efeitos deletérios na doença dismielinizante por um mecanismo anti-inflamatório através da redução da produção de citocinas, atenuando a ativação das células de micróglia, o que pode retardar o padrão evolutivo da doença